quarta-feira, novembro 01, 2006

LTSP - Instalação de suporte a dispositivos remotos


Instalação de suporte a dispositivos remotos

Apesar do LTSP-4.2 suportar o uso de dispositivos remotos, este recurso não vem pré-configurado. Para configurar este recurso e permitir aos usuários utilizarem pen-drives, cd-roms e disquetes localmente, siga as instruções abaixo:

1 – Modifique seu dhcpd.conf

Se você estiver com entradas em seu arquivo /etc/host, tenha certeza de especificar a seguinte linha no arquivo dhcpd.conf:

 
use-host-decl-names         on;
 
 
      Caso você esteja configurando as estações dinamicamente utilizando dhcp, acrescente alinha abaixo:
 
get-lease-hostnames         true;
 
        Importante: Não utilize as duas linhas ao mesmo tempo.

2 – Instale o modulo FUSE no seu sistema.

O K12 já inclui o modulo FUSE no sistema, então você apenas tem que instalar as bibliotecas:

        > yum install fuse fuse-libs
 

2.1 – Carregue o modulo FUSE no Kernel.

Caso o sistema apresente um erro, reinicie e rode novamente o comando abaixo.

> modprobe fuse

3 – Adicione os usuários ao grupo “fuse”

Somente usuários listados no grupo “fuse”, tem acesso aos dispositivos remotos. Então é necessário adicionar todos os usuários que vão ter acesso a dispositivos locais no grupo “fuse”.

Assim se sua distribuição for Debian ou Ubunto, estando logado como root, digite:

        > adduser someuser fuse
 

4 – Instalando a biblioteca X11 com suporte para perl.

Ao adicionar, por exemplo, um pen-drive no sistema, o terminal LTSP gera um evento no servidor, assim o lbus necessita de suporte X11 em perl de modo a poder apresentar o ícone correspondente em uma janela do terminal. Para isto você deve instalar as bibliotecas correspondentes para obter esta função.

Se o seu sistema for Fedora Core 4 , digite:

      > yum install perl-X11-Protocol
 

5 – Instalando pacotes para o suporte LTSP a dispositivos locais.

O pacote de suporte a dispositivos locais do LTSP contem os arquivos necessários para o swap NBD.

Para a distribuição Fedora Core 4, siga os passos abaixo:

5.1 – Faça o download do RPM: Download rpm - http://ltsp.mirrors.tds.net/pub/ltsp/utils/ltsp-server-pkg-fedora-0.1-1.i386.rpm

        5.2 – Faça a instalação do pacote usando o comando:
 
      > rpm -i ltsp-server-pkg-fedora-0.1-1.i386.rpm

6 – Habilitando dispositivos locais no cliente

No seu arquivo lts.conf, dentro da seção [Defaults] ou por estação, adicione a seguinte linha:

 
        LOCAL_STORAGE = Y

7 – Testando

Com tudo instalado você pode testar o suporte a dispositivos locais. Para isto, inicie uma estação e após faça o login com um usuário membro do grupo “fuse”.

Se no seu terminal, você tiver instalado drive de disquete ou cd-rom, estes já irão aparecer automaticamente no seu Desktop.

Insira na porta USB do terminal um pen-drive e aguarde que o ícone de referencia ao mesmo apareça no Desktop.

Clicando no ícone, você tem acesso aos arquivos gravados no dispositivo. Aparentemente, quanto maior for a capacidade do dispositivo e a quantidade de arquivos gravados maior é o tempo para a abertura da janela.

A velocidade da rede e o trafego existente na mesma também influi na visualização de arquivos ou mesmo no acesso aos arquivos.

Necessitando de uma velocidade maior, sugere-se que se copie o arquivo, por exemplo um documento do word, para o desktop, antes de abrir o arquivo no OpenOffice.

8 – Como funciona.

Quando um dispositivo é detectado pelo terminal, este avisa ao servidor que existe um novo dispositivo. O servidor por sua vez, mostra o dispositivo na tela do cliente.

Para o acesso aos dados no dispositivo, o que acontece é que o cliente LTSP solicitando a abertura de um arquivo, o servidor faz uma requisição ao cliente LTSP onde o dispositivo remoto esta instalado e este por sua vez envia os dados ao servidor para que este abra o arquivo no programa solicitado. É por isto que copiando-se primeiramente o arquivo para o Desktop do cliente (lembrar que o desktop do cliente está fisicamente localizado no servidor) faz com que a abertura dos arquivos seja mais rápido pois diminui o trafego na rede.

Fonte: http://www.ltsp.org




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca do Google

Custom Search