quinta-feira, dezembro 31, 2020

Aliexpress - Novo golpe de vendedores


  Descobri recentemente um golpe que alguns vendedores do Aliexpress estão aplicando.
Alguns vendedores colocam preços mais baixos que os dos concorrentes para lhe atrair e fazer a compra, mas depois de alguns dias eles lhe enviam uma mensagem avisando que os custos aumentaram e que para receber o seu produto você deve pagar um valor extra. Caso não concorde solicitam para que você cancele a compra.

  Se você pagar a mais você normalmente irá receber o seu produto e se você cancelar, o Ali devolve o seu dinheiro.

  O problema é que você gastou o seu tempo pesquisando a melhor opção de preço e acaba tendo que pagar mais ou ainda tendo que pesquisar tudo novamente.

  Minha sugestão nestes casos é, dependendo do prazo para o envio do produto é não responder a mensagem e aguardar o envio normal do produto. Os vendedores não querem ter sua classificação diminuída por não ter enviado o produto a tempo.

  

  Uma outra sugestão é sempre solicitar um código de rastreamento válido para todas suas compras e ainda sempre que possível optar pelo envio direto do Aliexpress.

  E em caso de problemas, lembrar sempre de classificar negativamente o vendedor que usa de artimanhas antiéticas para ganhar nosso dinheiro e classificar positivamente os bons vendedores. 

            Para ajudar o Blog, faça suas comprar usando o meu link de indicação: Aliexpress

quinta-feira, dezembro 17, 2020

SYGIC GPS Navigation - Beta Android Auto

 


   Já faz um bom tempo que aguardo para usar o GPS Sygic no meu Android Auto.  Agora finalmente fizeram o anúncio da disponibilidade da versão Beta. A grande vantagem é que ele oferece mapas off-line bem completos.

  Para se inscrever para o Beta, basta acessar o seguinte link: 

https://play.google.com/apps/testing/com.sygic.aura


  Agora, vamos testar e postar nossas opiniões, e se for o caso contribuir com sugestões para o desenvolvimento do aplicativo.

segunda-feira, novembro 23, 2020

Raspberry PI: Testando velocidade do SD e/ou HD

 


    Hoje descobri o GNOME DISK UTILITY que me ajudou a testar a velocidade no meu Raspberry PI, do HD, Pendrive e SD.

    Para instalar é só usar o comando:

pi@raspberrypi:~ $ sudo apt-get install gnome-disk-utility

domingo, novembro 22, 2020

Raspberry PI: Identificando e montando SD externo, pendrive ou HD

 Depois de colocar um sd-card no seu Raspberry, via leitor de USB ou um pendrive USB, caso o mesmo não seja automaticamente reconhecido pelo seu micro-computador, abra um terminal e siga os seguintes passos:


1) pi@raspberrypi:~ $ sudo lsblk -p

    O resultado deve ser algo semelhante ao texto abaixo:

NAME             MAJ:MIN RM  SIZE RO TYPE MOUNTPOINT

/dev/sda           8:0    1  7,4G  0 disk 

├─/dev/sda1        8:1    1  256M  0 part 

└─/dev/sda2        8:2    1  7,2G  0 part 

/dev/mmcblk0     179:0    0   58G  0 disk 

├─/dev/mmcblk0p1 179:1    0 42,9M  0 part /boot

└─/dev/mmcblk0p2 179:2    0 57,9G  0 part /

No meu caso o sd que preciso montar está em /dev/sda e tem 2 partições: /dev/sda1 e /dev/sda2.

2) pi@raspberrypi:~ $ sudo mkdir /mnt/p2

    Para criar uma pasta / folder onde uma partição será montada. No meu caso como quero montar apenas a partição /dev/sda2, vou usar o comando:

3) pi@raspberrypi:~ $ sudo mount /dev/sda2 /mnt/p2

4) Pronto, agora tenho acesso aos arquivos.

pi@raspberrypi:~ $ ls /mnt/p2

bin   dev  home  lost+found  mnt  proc  run   srv  tmp  var

boot  etc  lib   media       opt  root  sbin  sys  usr

5) Para desmontar o sd é só utilizar o comando umount

pi@raspberrypi:/mnt $ sudo umount /mnt/p1

pi@raspberrypi:/mnt $ sudo umount /mnt/p2





terça-feira, novembro 10, 2020

Mariadb / mysql - Replicação de dados

 


    Para fazer a replicação de dados entre servidores SQL de banco de dados MariaDB ou mySQL, siga os seguintes passos:


1 - Em um terminal do servidor MYSQL/MARIADB entre no terminal como root

    mysql -uroot -p

2 - Crie o usuário replicador nos 2 servidores MYSQL/MARIADB

    create user replicador identified by 'senha';

    grant replication slave, replication client on *.* to replicador@'vps2.neoage.com.br' identified by 'senha';

3 - No servidor MASTER, configure o arquivo /etc/mysql/my.cnf adionando/alterando as seguintes linhas:

server-id = 1
report_host  = master1
log_bin = /var/log/mysql/mysql-bin.log
log_bin_index =/var/log/mysql/mysql-bin.log.index
relay_log = /var/log/mysql/mysql-relay-bin
relay_log_index = /var/log/mysql/mysql-relay-bin.index

4 - Caso necessário altere também a linha "bind-address" para que o servidor aceite conexões de entrada

bind-address            = 0.0.0.0


5 - Reinicie o servidor MASTER.


6 - Retorne no terminal mysql e verifique o status do servidor MASTER e anote as informações


    SHOW SLAVE STATUS;


+--------------------+----------+--------------+------------------+
| File               | Position | Binlog_Do_DB | Binlog_Ignore_DB |
+--------------------+----------+--------------+------------------+
| mariadb-bin.000002 |      683 | pDiretor     |                  |
+--------------------+----------+--------------+------------------+


7 - No servidor SLAVE, configure o arquivo /etc/mysql/my.cnf adionando/alterando as seguintes linhas:


server-id = 2
report_host            = slave1
log_bin = /var/log/mysql/mysql-bin.log
log_bin_index =/var/log/mysql/mysql-bin.log.index
relay_log = /var/log/mysql/mysql-relay-bin
relay_log_index = /var/log/mysql/mysql-relay-bin.index


8 - Caso necessário altere também a linha "bind-address" para que o servidor aceite conexões de entrada

bind-address            = 0.0.0.0


9 - Reinicie o servidor SLAVE


10 - Faça login no terminal do servidor SLAVE e execute os seguintes comandos:


a) mysql -u root -p

    mysql -u root -p

b) stop slave;

    stop slave;

c) Configure a replicação slave-master, use os dados obtidos no item 6 para adequar o comando

CHANGE MASTER TO 
            MASTER_HOST='your-master-host-ip',
            MASTER_USER='replicador',
            MASTER_PASSWORD='senha',
            MASTER_PORT=3306,
            MASTER_LOG_FILE='mysql-bin.000001',
            MASTER_LOG_POS=683;

d) start slave;

    start slave;

e) SHOW SLAVE STATUS para verificar se está ok ou se ocorreu algum erro.

    SHOW SLAVE STATUS;

11 - Lembre-se de verificar se o firewall tanto do servidor slave como no servidor master permitem a comunicação entre os 2.

Seagate Personal Cloud - Trocando o HD

 


    Este post é para você que tem um Seagate Personal Cloud de 3TB, ou outra capacidade e o HD parou de funcionar, ou quer colocar um HD de outra capacidade e não conseguiu fazer isto apenas trocando o HD.

    O problema é que parte do sistema fica gravado no próprio HD.

    Com sorte, após algumas pesquisas encontrei num site russo ( https://cloud.mail.ru/public/DvD2/e6SyBugBU/ ) as imagens do HD do aparelho. Como estou num MAC tive que converter a imagem original gerada pelo HDDRawCopy para uma imagem compatível com o comando DD, presente no OSX e no Linux.

    Usei um adaptador USB-SATA para ligar o HD no meu computador e fazer a gravação da imagem.


1 - Parte 1

    Após identificar qual o caminho que o sistema operacional atribuiu para o HD, usei o comando DD da seguinte forma:

sudo dd if=pcloud.img | pv -s 80G | sudo dd of=/dev/disk4

    Onde pcloud.img é o nome da imagem, e /dev/disk4 é o caminho para o drive.

    Você pode baixar a imagem aqui neste link pcloud.img.

156301488+0 records iniB/s] [==============================>   ] 93% ETA 0:27:47

156301488+0 records out

80026361856 bytes transferred in 22717.319468 secs (3522703 bytes/sec)

74.5GiB 6:18:39 [3.36MiB/s] [==============================>   ] 93%            

156301488+0 records in

156301488+0 records out

80026361856 bytes transferred in 22717.357841 secs (3522697 bytes/sec)

    Como o DD do OSX não possui a função de visualização de status, usei o comando pv (Pipe Viewer) para me mostrar o andamento do trabalho, que no meu caso, como usei USB2.0 demorou mais de 5horas.

    A ferramenta pipe viewer pode ser instalada no mac (osx) por meio da gerenciador brew.

brew install pv

    Se você usa linux, pode usar direto o comando:

sudo dd if=pcloud.img of=/dev/disk4 status=progress

    Depois da imagem gravada, voltei o HD para o gabinete do Seagate Personal Cloud e consegui acesso ao aparelho.  Se por acaso a interface esteja em russo, use um tradutor para configurar a linguagem correta.

    Já cadastre um novo usuários principal para o seu aparelho.

    OBS:

    Talvez seja necessário fazer um reset de fabrica no seu NAS. Para isto, segure o botão reset por uns 20 segundos e ao mesmo tempo conecte a alimentação do aparelho.

     Também pode ser necessário que você crie uma nova partição no espaço vazio e formate em EXT4.


2 - Parte 2

    Neste ponto você já deve conseguir acesso ao seu Seagate Personal Cloud.

    O problema é que você não tem acesso ao seu HD, mesmo com espaço disponível. Para isto devemos fazer um acesso ssh ao Seagate Personal Cloud.

    Para habilitar o acesso, siga estes passos listados neste post - Habilitar o SSH no Seagate Personal Cloud - LaCie Cloudbox

    a) Acesse o terminal de comandos, busybox, do seu Personal Cloud, por meio do protocolo SSH que você habilitou anteriormente.

iMac:~ dms$ ssh usuario@192.168.50.204

    Lembrando que aqui, usuario é o nome do seu usuário principal do seu Personal Cloud, e 192.168.50.204 é o IP do seu aparelho. Use os seus próprios dados.

    b) Agora dentro do terminal, você já pode executar alguns comandos, como por exemplo verificar as partições

[usuario@PersonalCloud ~]$ df -h

Filesystem                Size      Used Available Use% Mounted on

/dev/md4                  1.5G    399.6M      1.0G  28% /

/dev/md6               1007.9M    104.1M    852.6M  11% /rw

/dev/md6               1007.9M    104.1M    852.6M  11% /var

/dev/md6               1007.9M    104.1M    852.6M  11% /etc

/dev/md6               1007.9M    104.1M    852.6M  11% /root

none                    250.0M    780.0K    249.2M   0% /tmp

none                    250.0M         0    250.0M   0% /media

none                    250.0M         0    250.0M   0% /shares

none                    250.0M      4.0K    250.0M   0% /lacie

devtmpfs                 10.0M      4.0K     10.0M   0% /dev

/dev/md6               1007.9M    104.1M    852.6M  11% /var/lib/rainbow/shares

    c) Para ver os discos ativos e suas partições você pode usar o comando:

[usuario@PersonalCloud ~]$ sudo fdisk -l


Number  Start (sector)    End (sector)  Size       Code  Name

   1            2048            4095       1024K   0700  grub_core

   2            4096          397311        192M   0700  boot_rescue

   3          397312          399359       1024K   0700  nv_data

   4          399360         3545087       1536M   0700  root_1

   5         3545088         6690815       1536M   0700  root_2

   6         6690816         8787967       1024M   0700  var

   7         8787968         9836543        512M   0700  swap

   8         9836544       317036543        146G   0700  dados

   9       317036544       625141759        146G   0700  teste-ext2

    d) Agora para habilitar o espaço não utilizado no HD, você deve utilizar os seguintes comandos:

    Os comandos devem ser executados como root, então sudo -i, depois com o comando anyraid você apaga o grupo de volume e depois recria.

[usuario@PersonalCloud ~]$ sudo -i

[root@PersonalCloud ~]# anyraid -d vg


[root@PersonalCloud ~]# anyraid -c vg

    e) Se tudo der certo, você irá ter as novas partições e poderá ir para interface gráfica e criar os compartilhamentos.

[root@PersonalCloud ~]# df -h


Filesystem                Size      Used Available Use% Mounted on

/dev/md4                  1.5G    399.6M      1.0G  28% /

/dev/md6               1007.9M    104.5M    852.2M  11% /rw

/dev/md6               1007.9M    104.5M    852.2M  11% /var

/dev/md6               1007.9M    104.5M    852.2M  11% /etc

/dev/md6               1007.9M    104.5M    852.2M  11% /root

none                    250.0M    784.0K    249.2M   0% /tmp

none                    250.0M         0    250.0M   0% /media

none                    250.0M         0    250.0M   0% /shares

none                    250.0M      4.0K    250.0M   0% /lacie

devtmpfs                 10.0M      4.0K     10.0M   0% /dev

/dev/md6               1007.9M    104.5M    852.2M  11% /var/lib/rainbow/shares

/dev/mapper/vg-lv       288.7G     64.0M    288.6G   0% /media/internal_1

/dev/mapper/vg-lv       288.7G     64.0M    288.6G   0% /lacie/tmp

/dev/mapper/vg-lv       288.7G     64.0M    288.6G   0% /lacie/var

/dev/mapper/vg-lv       288.7G     64.0M    288.6G   0% /lacie/torrent_dir


2 - Parte 3

    Você já tem acesso a interface gráfica, consegue ver o HD, mas ainda não consegue gravar nada no HD principal.

    Para resolver este problema, basta ir no Administrador de dispositivo -> Usuários, e atualizar o seu usuário principal.




sexta-feira, outubro 02, 2020

Amazon Prime Day - Brasil e Estados Unidos

 



13 e 14 de Outubro de 2020

   Está chegando pela primeira vez no Brasil, o Amazon Prime Day. 2 dias com muitos descontos especiais para os assinantes do Amazon Prime.

   A Amazon.com.br está prometendo grandes promoções, um esquenta para a Black Friday, que ocorre no dia 27 de novembro. 

  Somente poderão participar assinantes do plano Amazon Prime que permite assistir milhares de vídeos no Amazon Prime Vídeo, concorrente do Netflix e ainda dá direito a frete grátis em centenas de produtos. 

  O serviço Amazon Prime custa R$ 9,90 por mês no plano mensal ou R$ 89,90 no plano anual. E em qualquer um dos planos você pode testar gratuitamente por 30 dias.

  Clique no link abaixo e esteja preparado para participar das melhores ofertas nos dias 13 a 14 de outubro. 


Assine o Amazon Prime com teste grátis de 30 dias.


Links para o Amazon Prime Day em outros países:

domingo, agosto 30, 2020

Velocidade de Processadores - Comparativo

 


  Achei este site que compara a velocidade de processadores. 


https://cpu.userbenchmark.com/Compare/Intel-Core-i5-8500-vs-Intel-Core-i5-9500/m447884vsm825467


  Útil para você que está em dúvida, por exemplo, entre comprar um i5 da 8a geração e um i3 da 9a.

segunda-feira, agosto 17, 2020

Monitorando portas seriais, no Windows e no Mac (osx)

Imagem de conector db9


   Alguns softwares bem interessantes e úteis que encontrei para utilização junto com a porta serial foram:

  Eles permitem interagir com as portas seriais do computador e em alguns casos até você consegue ver o que outros softwares estão enviando e recebendo da porta serial.


JSON - Formatação e Teste

 



   Uma ferramenta on-line muito boa para testar e formatar seus arquivos ou strings no formato JSON é o oferecido pelo site JSON Formater & Validator.

quarta-feira, agosto 12, 2020

Python3 - Instalação no OSX / MAC

 



  1 - Instale o  o gerenciador de pacotes Homebrew (Instalando o Homebrew no OSX - iMAC).

   Para realizar a instalação, abra a linha de comando (BASH) e use o seguinte comando:

/bin/bash -c "$(curl -fsSL https://raw.githubusercontent.com/Homebrew/install/master/install.sh)"


  2 - Verifique a instalação do Homebrew.

  Abra a linha de comando (terminal) e use o seguinte comando:

brew doctor

  3 - Faça a instalação do Python3

  Abra a linha de comando (terminal) e use o seguinte comando:

brew install python3

  4 - Verifique a instalação do Python3

  Abra a linha de comando (terminal) e use o seguinte comando:

python3 --version

sábado, agosto 08, 2020

Modem VIVO/GVT GPT-2741GNAC-N2 - Fibra óptica - Senhas

 

   1)  O modem / roteador para fibra óptica GPT-2741GNAC-N2 possui 2 telas diferentes para configuração. Uma tela/modo simples, e uma tela/modo avançado.

    O acesso ao modo simples é normalmente pela endereço/url:
        
        http://192.168.15.1
        usuário: admin
        senha: <numa etiqueta abaixo do Modem / roteador >
        
   
 2) O acesso ao modo simples é normalmente pela endereço/url:
        
        http://192.168.15.1/padrao
        usuário: support
        senha: <numa etiqueta abaixo do Modem / roteador >


segunda-feira, abril 20, 2020

Hass.io & Openmqttgateway - Botão liga desliga no controle RF mesmo valor

  No Home Assistant, um projeto adicional muito interessante é o Openmqttgateway, que assim com o ESPHOME, permite de forma fácil a conexão de diversos dispositivos ao seu Home Assistant.
  O Openmqttgateway permite a conexão com dispositivos bluetooth, Lora, RF, GSM / GPRS e Infravermelho, por meio de MQTT em sistemas do tipo Home Assistant, Node-Red, openHAB, FHEM, Domoticz e EEDOM. Na realidade como usa MQTT, é compatível com qualquer outro sistema que utilize MQTT.
  Aproveito para indicar uma ferramenta, MQTT Explorer, que utilizo para acompanhar as publicações do servidor MQTT.
  No meu caso, especificamente eu queria capturar cliques nos botões de um controle remoto RF

  Consegui sem problemas capturar os cliques para o Hass.io.  Onde descobri que cada botão gera um valor e que um clique longo em cada botão também gera valores independentes.
  • Botão A: {"value":14061140,"protocol":1,"length":24,"delay":347} 
  • Botão B: {"value":14061144,"protocol":1,"length":24,"delay":348}

   O protótipo que montei foi baseado nesta página.

 
   Na configuração mais fácil, podemos usar o botão A para ligar um dispositivo e o botão B para desligar.
 /config/configuration.yaml
 switch:  
  - platform: mqtt  
    name: "btn_a"  
    state_topic: "home/OpenMQTTGateway_ESP8266_RF/433toMQTT"  
    command_topic: "home/OpenMQTTGateway_ESP8266_RF/commands/MQTTto433"  
    payload_on: "14061140"  
    payload_off: "14061144"  
    optimistic: false  
    value_template: "{{ value_json.value }}"  

  Mas o interessante é usar o mesmo botão para ligar e desligar o mesmo aparelho. Para isto fica um pouco mais difícil. 
a)  Criar um input_boolean no arquivo de configuração do Hass.io. Uma variável que servirá para guardar o estado do aparelho que você irá controlar.
 /config/configuration.yaml
input_boolean:  
  rf_14061140:
    name: rf-a
    icon: mdi:antenna


b)  Criar um binary_sensor no arquivo de configuração que irá capturar, via MQTT, o valor do botão clicado e atualizar o valor da variável que criamos, no caso input.rf_14061140.
 /config/configuration.yaml
binary_sensor: 
  - platform: mqtt
    name: rf_14061140_sensor
    state_topic: 'home/OpenMQTTGateway_ESP8266_RF/433toMQTT'
    value_template: >- 
      {% if value_json.value == 14061140 %}
        {{'ON'}}
      {% else %}
        {{states('binary_sensor.rf_14061140_sensor') | upper}}
      {% endif %}
    off_delay: 1
 

c)  Criar uma automação que irá atualizar o valor da nossa variável
 /config/automations.yaml
- id: '1587403706163'
  alias: Controla rf_14061140
  trigger:
  - entity_id: binary_sensor.rf_14061140_sensor
    from: 'off'
    platform: state
    to: 'on'
  action:
  - data: {}
    entity_id: input_boolean.rf_14061140
    service: input_boolean.toggle



d)  Finalmente criar o interruptor, switch.
 /config/configuration.yaml
switch: 
  - platform: template
    switches:
      rf_btn_a:
        entity_id: input_boolean.rf_14061140
        value_template: "{{ is_state('input_boolean.rf_14061140', 'on') }}"
        turn_on:
          - service: mqtt.publish
            data:
              payload: '14061140'
              topic: home/OpenMQTTGateway_ESP8266_RF/commands/MQTTto433
        turn_off:
          - service: mqtt.publish
            data:
              payload: '14061140'
              topic: home/OpenMQTTGateway_ESP8266_RF/commands/MQTTto433
   

e) Para evitar erros, é importante lembrar que:
 {{'ON'}} é diferente de {{"'ON'"}}
e
is_state('input_boolean.rf_14061140', 'on') é diferente de is_state(' input_boolean.rf_14061140', 'on')

Busca do Google

Custom Search